Arquivo de Autor

Antevisão a Deathtrap

Antes de mais, permitam-me clarificar algo: eu posso ter ou posso não ter um problema com early accesses. Compreendo os motivos que levam uma companhia a optar por este modelo de publicação, reconheço as vantagens que o feedback dos utilizadores e que os seus fundos podem porventura trazer ao processo de desenvolvimento mas, não é, […]

Continuar a ler

360º de fúria destrutiva

Um Chicken Nugget a RIVE A Two Tribes, estúdio de vídeo jogos sediado na Holanda, na página onde anuncia o seu próximo título RIVE, descreve-o como sendo “The metal wrecking, robot hacking shooter!” No geral, depois de testar a versão de demonstração que dura entre sete e dez minutos, dependendo do grau de proficiência com o comando da […]

Continuar a ler

[Lisboa Games Week] The Order 1886 – Antevisão

Quando cheguei à Lisboa Games Week – continuo sem perceber que critérios presidiram à utilização de “Lisboa” em vernáculo e “Games Week” em inglês, mas isso são contas de outro rosário – alguns colegas da Rubber Chicken abordaram-me entusiasmados. Não, não estavam particularmente contentes por me ver. Na verdade, estavam mortinhos por me dar trabalho. […]

Continuar a ler

Antevisão a Tri: Of friendship and madness.

Estou consciente que posso estar a sofrer de um severo ataque de lirismo, mas, sendo certo e sabido que não se deve julgar um livro pela sua capa, ou, transmutando o adágio para a temática do Rubber Chicken, um jogo pelo seu título, mutatis mutandi, não pude escapar a um certo fascínio quando me deparei […]

Continuar a ler

Pokémon: mon é de monstro!

É certo e sabido que os nossos amigos nipónicos tendem em absorver tudo o que cheira a cultura pop(ular) e a dar-lhe uma roupagem in the way of the samurai. O que por outras palavras significa uns quantos WTHs, queixos caídos e olhares enviesadamente perplexos por parte dos ocidentais, acompanhados pela afirmação “os japoneses são muito estranhos” […]

Continuar a ler

NBA 2K15 Face Scan ou Volta Oblivion que estás perdoado

Há momentos em que o universo conspira para criar uma verdadeira obra prima, mas raramente é a cara de alguém. Quem jogou TES Oblivion ou Skyrim, entre muitos outros títulos, sabe do esforço hercúleo despendido ao longo de horas de calibração cuidadosa, necessário para criar um rosto minimamente apelativo para o nosso avatar. Rosto esse […]

Continuar a ler

Quando há um trabalho e mais ninguém para o fazer

Um Chicken Nugget de Meridian: New World Três palavras: “Fuzileiros espaciais… carago”. Conheço pessoas que ficariam a salivar só com esta frase (sim, eu conheço povo muito estranho), mas vamos deixar isto a assentar um pouco. Custa a crer que Meridian: New World é essencialmente fruto do esforço de uma única pessoa. Dadas as qualidades gráficas […]

Continuar a ler

Ide jogar é grátes #12 [Mimicry Man]

Ooooooooooh! O que está na caix… (isto funcionaria tão melhor em inglês), perdão, no baú? Recentemente tive a oportunidade de experimentar Mimicry Man, criado por Kazusa Norakumo, um despretensioso, descontraído e divertido puzzle game, freeware, que nos permite controlar um mimetista, à falta de melhor termo.   Lembram-se daquela janela pop up que prometia iphones gratuitos, aquela […]

Continuar a ler

Dex ou “o cyberpunk não morreu, está vivo e escabreia que se farta”!

Quem me conhece, sabe do meu fraco para tudo o que sejam distopias, quer em gramática fantástica, quer em ficção científica. Há qualquer coisa de visceralmente aditivo nas imagens de uma humanidade desencontrada e que revela as suas verdadeiras cores quando puxada ao limite. No entanto, num género tão vasto e versado, por vezes, não […]

Continuar a ler

Um gamer acidental vai à Gamescom

Um Pokemon Master veterano, alguns analistas e um gamer acidental vão à Gamescom. A frase poderia servir de introdução a uma anedota do tipo “um alemão, um francês e um americano entram num bar”, no entanto, neste caso, não se está a introduzir qualquer chalaça. Esta foi a primeira expressão que me veio à cabeça […]

Continuar a ler